Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

De acordo com o Secretário de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, estão em andamento trabalhos para expandir a cobertura da Tarifa Externa Comum (TEC), com a inclusão de mais setores e diminuição do seu nível médio de proteção, reduzindo dos atuais 14% para algo mais baixo, com um nível de percentual ainda em estudo. As alterações devem acontecer a partir de um calendário que seja compatível com os outros desafios de adaptação que o bloco tem, como por exemplo, o Acordo com a União Europeia.

O Secretário defende que o Comércio Exterior é o ponto forte do crescimento econômico, sendo determinante para o êxito de um país. Para ele, não há país que possua sua economia desenvolvida tendo política econômica e política comercial separadas.

No que diz respeito ao consenso entre as instituições públicas, Troyjo tratou sobre a nova constituição do Ministério da Economia, que segundo ele, mais do que a fusão de órgãos, é a oportunidade de elevar o grau de coordenação e coesão contribuindo para o avanço do país. Ele destaca que o Brasil necessita realizar um acordo em termos de Receita Federal e entraves logísticos, para assim, avançar no processo de desenvolvimento econômico.

Ainda, o Secretário ressaltou que o Acordo entre Mercosul e União Europeia contribuirá para que americanos, japoneses e outros parceiros, concluam negociações com o Brasil.

Fonte: Aduaneiras

Foto: Jornal de Brasília

Rua General Bento Martins, 2350
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97501-546
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

face twitter in

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004