Slide background
Slide background

Ressaltamos mais uma vez que de acordo com o art. 1º do Decreto 27/2018 da Argentina, publicado em janeiro foi derrogada a Lei nº 23.369, que declarava emergência sanitária para a luta contra o pagamento do "Picudo Algodonero".

A partir desse decreto, todos os veículos que ingressarem em território Argentino oriundos do Brasil estão isentos do pagamento da taxa de fumigação. Orientamos os transportadores para não mais efetuarem o procedimento em nenhuma das fronteiras.

Leia Mais
LC de trânsito pelo Uruguai

Estamos recebendo constantemente dúvidas de transportadores sobre a exigência de apresentação junto a ANTT da licença complementar do Uruguai, referente aos trânsitos neste país na ligação Brasil/Argentina.

Segue abaixo alguns esclarecimentos sobre a situação.

Quando solicitado, o trânsito Uruguai recebe o tratamento de uma licença complementar. A empresa requerente necessita apresentar junto ao MTOP em Montevidéu:

Se for solicitada quando a obtenção de uma nova licença originária ou de sua renovação:

• Licença originária, com menos de 120 dias de emissão
• Relação de frota, modelo A
• Comunicado da autorização do transito por terceiro país

Ou, se a licença já existe há um tempo:

• Certificado de plena vigência, com menos de 120 dias de emissão
• Relação de frota, modelo A
• Comunicado da autorização do transito por terceiro país

O processo finaliza quando é emitida a licença complementar definitiva do trânsito por Uruguai (conforme modelo em anexo). Só a partir desse momento é que cargas na frota habilitada entre Brasil e Argentina poderão transitar pelo território Uruguaio.

Como muitas empresas solicitaram os trânsitos, mas não cumpriram com a complementação em tempo e forma, a Agência Nacional de Transportes Terrestres só expedirá modificações de frota nesta condição após comprovação da trâmite concluído, apresentando a Licença Complementar de trânsito, emitida pelo organismo competente uruguaio.

Leia Mais

A pós-graduação é com bolsa integral. O programa de capacitação é promovido pelo SEST SENAT e coordenado pelo ITL.

Lembramos que desde o dia 11 de janeiro estão abertas as inscrições para quem possua vínculo com empresas, independente do seu modal, associadas ao Sistema CNT. Os interessados poderão matricular-se no curso de Especialização.

Conforme determinação do Presidente da CNT, Dr. Clésio Andrade e aprovação do Conselho, está prevista a abertura de mais dez turmas de Gestão de Negócios ministrada pelo FDC, coordenada pelo ITL e custeada pelo Sest Senat no ano de 2018.

As inscrições acontecem ao longo de todo ano, com turmas previstas para início já em abril em São Paulo e Brasília, ou como no caso de Curitiba – PR, com início em novembro. Para realizar a inscrição basta acessar o site do ITL (www.itl.org.br) ou entrar diretamente neste link.

O curso de Especialização em Gestão de Negócios, oferecido pelo SEST SENAT, está modificando a realidade do setor de transporte. Iniciativa da CNT (Confederação Nacional do Transporte) e do ITL (Instituto de Transporte e Logística), o curso é ministrado pela FDC (Fundação Dom Cabral). Grande parte do conhecimento aprendido em sala de aula já está sendo aplicado na gestão das empresas.

A Especialização em Gestão de Negócios foi idealizada considerando o pensamento prático do mundo dos negócios. Buscando avaliar práticas de gestão dos transportes nas organizações, aliando a teoria com a prática e desenvolvendo nos participantes uma visão empreendedora e criativa.

O programa tem como objetivo fomentar o desenvolvimento de pesquisas científicas e possui um quadro de professores de primeira qualidade e reconhecidos internacionalmente. Já possuímos aqui na entidade gestores que participam da especialização e destacam a importância de se ter uma visão empreendedora e criativa, utilizando de ferramentas de gestão que podem ser implementadas dentro da empresa, gerando resultados positivos visíveis na reorganização dos processos de comunicação interna.

O curso de Especialização em Gestão de Negócios tem duração de, aproximadamente, 14 meses, com carga horária de 360 horas, sendo 20% ministradas a distância (72 horas) e 80% em encontros presenciais (288 horas). A parte presencial é realizada bimestralmente, durante cinco dias consecutivos (segunda a sexta-feira), das 8h às 18h.

A ABTI está à disposição para maiores informações referentes ao curso através do e-mail: marketing@abti.org.br.

Leia Mais

Rua General Bento Martins, 2350
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97501-546
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

face twitter in

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004