Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Realizou-se em Uruguaiana, dia 17 de janeiro de 2019, a 2ª Reunião da COLFAC/ALF/URA. A Comissão Local de Facilitação do Comércio da Alfândega da Receita Federal do Brasil em Uruguaiana reuniu-se com membros da RFB, MAPA/Vigiagro, Fiergs, Multilog, Mercovia, além de entidades representativas do setor como ABTI, SDAERGS, ADA, ACIU, Fecomércio, entro outros.

No encontro foram discutidas pautas como a Área de Controle Integrado de Cargas, tendo como modelos Paso de los Libres e Santo Tomé e os procedimentos para verificação de pallets em trânsitos aduaneiros. Não foi possível tratar sobre a agilização da entrega da 3ª via do MIC/DTA pois não havia representante da AFIP.

Referente às Áreas de Controle Integrado e a diferença no tempo de liberação de veículos na importação e exportação entre os dois locais, ficou deliberada a realização de uma reunião com os órgãos argentinos para verificar a situação do SENASA no Porto Seco Rodoviário de Uruguaiana.

Sobre a verificação de pallets em trânsito aduaneiro, ficou decidido que será modificado o atual procedimento para fiscalização de embalagens de madeira nos processos de importação, passando a valer da seguinte forma:

"1. Para cargas com anuência do Mapa, da área vegetal, e que venham condicionadas em embalagens de madeira, somente será apresentada a DAT referente à mercadoria, sendo que a liberação das embalagens dar-se-á mediante parecer no campo observação da DAT, no momento do seu deferimento, no SIGVIG 2.
2. Para todas as outras cargas, acondicionadas em embalagens de madeira, deverá ser preenchida uma DAT-EM, no SIGVIG 2, a qual deverá ser impressa e apresentada ao MAPA, juntamente com a cópia do MIC. Nesse caso, a DAT deverá ser preenchida com a NCM e a descrição da mercadoria/produto, sendo que, os campos quantidade e unidade deverão se referir às embalagens de madeira. Mencionar o nº do MIC no campo próprio e preencher os demais campos normalmente."
[...]

Lembrando que este procedimento refere-se exclusivamente à fiscalização do MAPA, não eximindo os usuários de obterem as anuências dos demais órgãos para a nacionalização das mercadorias.

Confira o documento que aborda, por completo, este novo procedimento: http://bit.ly/2DstBgu

Leia Mais

Informamos que no dia 26 de janeiro de 2019 (próximo sábado), a ponte sobre o Rio Ibicuí na BR 472 - que liga os municípios de Itaqui e Uruguaiana (RS), estará fechada para fins de reparo e limpeza no pavimento. O bloqueio vai acontecer das 09h às 14h.
Em caso de chuva os trabalhos serão adiados para a próxima semana.
Sugestões de rotas alternativas:

    • Brasil: São Borja - Santiago (BR 287); Santiago - Manoel Viana (RS 176); Manoel Viana - Alegrete (RS 377); Alegrete - Uruguaiana (BR 290).
    • Argentina (Ruta 14): Santo Tomé (divisa com São Borja) até Passo de los Libres (divisa com Uruguaiana).

Fonte: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT).

Leia Mais

Corredor por Santana do Livramento ganha competitividade

O Ministério do Transporte e obras públicas do Uruguai resolveu acrescentar o trecho da Rota Nacional nº 5, localizado entre os municípios de Durazno e Rivera, ao conjunto de corredores e distâncias que têm permissão para tráfego de veículos com três (3) eixos e peso bruto máximo de 25,5 toneladas, desde que este cumpra as disposições do parágrafo 2.5, do Capítulo II, do Regulamento de Limite de Peso para veículos que viajam em Rotas Nacionais.

O acréscimo deste trecho faz parte de uma atualização do inciso d, do Art. 2.3, do Regulamento sobre os limites de peso para os veículos que circulam nas rotas nacionais do Uruguai.

Segue mapa com os corredores atualizados e o documento na íntegra: Ruta Nacional Nº5

mapa

 

 

Leia Mais

Rua General Bento Martins, 2350
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97501-546
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

face twitter in

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004